Desenhe seus armários. Eles geralmente têm 60 cm de profundidade, para permitir uma bancada de cerca de 63,5 cm com uma borda fina. Também têm cerca de 85 cm de altura, obtendo uma altura total de 88,5 cm depois que o material de bancada e revestimento é adicionado. Para calcular o tamanho de armários aéreos, some de 45 a 50 cm à altura do armário e subtraia o total da altura da parede até o teto. Você obterá a faixa de tamanhos de armário com a qual pode trabalhar. A profundidade padrão para armários aéreos é de 30 a 35,5 cm; a dos armários mais baixos fica entre 30 e 150 cm, em incrementos de 5 cm. Os tamanhos mais comuns são 40, 45, 50 e 60 cm. Não se esqueça de planejar o tamanho do armário ao redor das portas que tiver disponíveis para ele, a não ser que pretenda fazer as suas!
1 tábua de madeira;Luva de borracha;Máscara (Para não inalar o pó durante o trabalho)Óculos de segurança;Pano ( Para você retirar o pó após terminar de lixar);Lixa grão 80 (Para retirar a primeira camada grossa da madeira);Lixa grão 180  (Para melhorar a superfície da madeira);Lixa especial para madeira ;Lixadeira elétrica (Caso não tenha uma lixadeira elétrica é possível realizar o trabalho manualmente);Massa para madeira ( Para retirar todas as imperfeições);Fundo fosco branco para madeira;Esmalte à base de água na cor branca no acabamento acetinado;1 Rolinho de espuma de 9cm;1 Trincha especial para verniz e esmaltes;1 espátula plástica (Celulóide) para passar a massa de madeira;
Ter uma escrivaninha linda como essa nunca foi tão fácil. O projeto consiste em um móvel construído com uma tábua de MDF, com um lado preso na parede e o outro posicionado sobre a estrutura de caixas. A estrutura montada com as caixas segue o mesmo princípio do projeto anterior, agrupando as caixas e prendendo-as entre si com a ajuda da parafusadeira. Os nichos maiores são formados por quatro caixas grandes unidas e posicionadas umas sobre as outras, já as caixas menores foram posicionadas para arrematar a composição como se fossem "gavetas".
Aqui no Lar Decoração somos apaixonados de coração por este material nobre, que continua nos encantando a cada peça nova que surge, a cada transformação a que é submetida. E por isso, desta vez quisémos inspirar nossos leitores com várias ideias que possam fazer eles mesmos com madeira. Porque se uma peça decorativa de madeira pode ser linda, uma feita por nós ainda consegue ser mais. Venha daí, se encha de vontade e surpreenda com o que pode com um pedacinho de madeira!

Tocomadera es un proyecto de mobiliario social, desarrollado en el ámbito de las actividades de investigación y extensión de la Escuela Universitaria Centro de Diseño (Farq/UdelaR) de Uruguay. El equipo responsable está compuesto por 5 diseñadores y el proyecto, concebido dentro del formato de diseño de código abierto, es decir, de uso libre y gratuito, apunta a proveer una solución de equipamiento doméstico a programas de asistencia social o a poblaciones ante situaciones de catástrofe.
Troncos e galhos são super bem-vindos para decorar. Eles podem trazer uma pegada mais orgânica ou boho à decoração. Além do alce minimalista, em que usei alguns galhos secos, nesse móbile de fotos também usei um galho como base para pendurar as fotos. Outra ideia é usar os galhos na sua forma natural compondo junto de outros elementos decorativos em uma prateleira, por exemplo.   
Hoy les traigo los planos de una casa que me resultaron bastante lindos. Puede que un poco grandes para lo que yo mismo construiría, pero sin dudas un diseño que debemos tener en cuenta. Como podrán observar se trata de una casa en dos plantas, con cochera separada y dos masters suite. De ancho no … Sigue leyendo Plano de gran casa de dos pisos, cuatro dormitorios y 268 metros cuadrados
“Queremos saber quando foi feita pela Direção de Serviços de Museus e Património Cultural da direcção regional da cultura a última atualização dos planos de segurança, quais são as medidas de prevenção e gestão de riscos (incêndios, intempéries, entre outros) adotadas nos museus para salvaguarda dos seus bens e coleções, aferir que riscos estão identificados, quais são os planos que estão em vigor e o que prevêem, a data dos planos em vigor, bem como saber se foi dada formação aos funcionários e com que periodicidade”, esclarece.
×