Aplique o fundo fosco branco para melhorar a aderência na base de madeira. Obs: Não lixe o fundo. Aplique a massa para madeira nos defeitos e espere secar por duas horas. Com a lixa grão 180, lixe a superfície da madeira até ficar bem lisinha. Depois, aplique duas ou três demãos de tinta para artesanato de madeira ( Esmalte à base de água) para a sua pintura ficar perfeita.
Decorar o hall, para alguns, é um mistério – como decidir entre um banco, uma cômoda e espelho, ganchos ou um mancebo? Este faça você mesmo é quase tudo isso! A “árvore de hall”, como é chamada pela blogueira do Angela Marie Made, é uma peça versátil para deixar tudo à mão próxima entrada de casa. A lista de materiais é grande, mas o passo a passo é simples: as imagens podem ser conferidas no link. 
Desenhe seus armários. Eles geralmente têm 60 cm de profundidade, para permitir uma bancada de cerca de 63,5 cm com uma borda fina. Também têm cerca de 85 cm de altura, obtendo uma altura total de 88,5 cm depois que o material de bancada e revestimento é adicionado. Para calcular o tamanho de armários aéreos, some de 45 a 50 cm à altura do armário e subtraia o total da altura da parede até o teto. Você obterá a faixa de tamanhos de armário com a qual pode trabalhar. A profundidade padrão para armários aéreos é de 30 a 35,5 cm; a dos armários mais baixos fica entre 30 e 150 cm, em incrementos de 5 cm. Os tamanhos mais comuns são 40, 45, 50 e 60 cm. Não se esqueça de planejar o tamanho do armário ao redor das portas que tiver disponíveis para ele, a não ser que pretenda fazer as suas!
Sempre tive o sonho de desenvolver minha habilidade de marcenaria, sempre quis também expandir meu conhecimento em um projeto maior, realizar isso através do curso como fazer eu mesmo não parecia mais distante! Depois que me deparei com o Marcelo Cintra, todas as minhas dúvidas foram sanadas e eu não perdi mais tempo, comprei na hora o curso, para aprender como fazer moveis planejados, e quase não acreditei no valor que desembolsei!
O “faça você mesmo” é uma prática que consiste em botar a mão na massa para fazer aquilo que talvez pareça possível só nas mãos de um profissional especializado. Nesse contexto, o que permite agora que possamos restaurar, modificar e criar coisas de toda ordem são as inúmeras ferramentas, facilidades e a disponibilização de conteúdo informativo capaz de nos capacitar para realização de diversas atividades. Para alguns, trocar uma lâmpada, pendurar um quadro e até fazer perfurações para instalação de objetos na parede pode ser uma coisa simples. Para outros, isso tudo pode ser uma tarefa impossível e que certamente terá um resultado negativo. O conceito de faça você mesmo revê essa percepção dando condições e atalhos para que qualquer um possa resolver questões que vão da troca de uma lâmpada até o esforço de criar texturas e formas diferentes nas paredes. Essas pequenas obras podem acontecer em ambientes internos e externos tendo um caráter estrutural, que é o caso quando algum espaço sofre alguma modificação. A restauração de superfícies para que possam receber pintura, aplicação de molduras, acabamentos e certas intervenções são alguns exemplos de modificações mais estruturais. Outro tipo de atividade pode ser aquela que não interfere diretamente em algum cômodo ou área específicos, mas que cria ou modifica objetos e estruturas presentes nesses espaços. Um material que simboliza muito bem a ideia de realizar algo por conta própria é o pallet, estrutura com ripas de madeira que formam um estrado. Os pallets são utilizados para criar jardins verticais, na criação de estruturas para sofás internos e externos e, até mesmo, para servirem como racks de apoio para salas de TV e quarto. Outro material semelhante é a chapa de MDF, muito utilizada na fabricação própria de peças e móveis. O benefício do MDF está no seu preço acessível e na versatilidade em cores e acabamentos, além da facilidade permitida em trabalhar com o material, sem que seja preciso de um grupo de ferramentas mais elaboradas. Uma boa dica para quem se interessa por decoração e construção é começar realizando obras pequenas e mais simples. Assim, o ganho de confiança e habilidade com ferramentas e materiais fará com que o próximo passo seja a realização de obras e reformas maiores. A Leroy Merlin não só proporciona uma infinidade de produtos para que você possa construir ou reformar sua casa. Além disso, proporciona a oportunidade para que você mesmo possa intervir no seu ambiente. Isso pode acontecer por motivações que vão desde o objetivo de economizar até o prazer em poder fazer parte de alguma mudança no seu próprio lar. Pintar, construir, reformar, e qualquer outra forma de trabalho semelhante podem ser atividades que criem meios de distração e relaxamento. A Leroy conta com materiais e ferramentas que vão te ajudar na hora de realizar um trabalho por conta própria. E os consultores de venda Leroy também podem oferecer dicas e sugestões das melhores opções para cada tipo de peça criada ou obra feita.
Existem diversos modelos e materiais de móveis para jardim, como uma decoração com pallets ou de madeira, e você pode escolhê-los com base em seu gosto e suas preferências. Alguns móveis para jardim são mais resistentes e outros, esteticamente agradáveis. É importante selecionar suas prioridades quanto a móveis para jardim e saber o que você deseja para aquele ambiente.
Sempre tive o sonho de desenvolver minha habilidade de marcenaria, sempre quis também expandir meu conhecimento em um projeto maior, realizar isso através do curso como fazer eu mesmo não parecia mais distante! Depois que me deparei com o Marcelo Cintra, todas as minhas dúvidas foram sanadas e eu não perdi mais tempo, comprei na hora o curso, para aprender como fazer moveis planejados, e quase não acreditei no valor que desembolsei!
Já pensou em criar uma mesa para sua área de trabalho com 8 blocos de concreto e uma ripa de madeira? Pois saiba que é possível, usável e também muito barato fazer uma como a da foto. Você só precisa escolher blocos vazados em quantidade suficiente para a altura que você deseja. Feito isso, basta providenciar uma ripa de madeira como as utilizadas em prateleiras, com largura suficiente para ficar apoiada sobre os blocos. Prontinho, sua mesa está pronta para usar. Opte por lugares que tenham tomadas fáceis e uma boa iluminação. Bom trabalho!
O Governo aprovou um plano para minorar no Algarve e na Madeira os efeitos do Brexit e da falência das companhias aéreas Monarch, Air Berlin e Niki, que vieram reduzir a capacidade destas duas regiões. O objetivo do plano é “combater a sazonalidade turística nas regiões dos Algarve e da Madeira para o Inverno de 2018/2019” através da “promoção destes destinos em países considerados prioritários”, adiantou o secretaria de Estado do Turismo, em comunicado.

El plano que les traigo hoy me encanto. La casa por fuera tiene un aspecto muy tradicional pero por dentro vemos una distribucion moderna, con una gran zona de concepto abierto que la vuelven muy divertida. A su vez el porch tipo galeria en el frente nos invita a pasar las tardes en buena compania. … Sigue leyendo Plano de bella casa de dos plantas, tres dormitorios y 157 metros cuadrados
Mais uma vez apelei pra madeira. Gosto desse material porque, além de dar um clima mais acolhedor, fica diferente e fácil pra combinar. Usei pinus de novo por motivos óbvios ($$$) e pra combinar com o painel da sala. Como os dois cômodos meio que se integram, acho importante ter um elemento ou outro que combinem pra dar aquela liga. Pra fazer é moleza e você pode comprar as ripas e já pedir pro marceneiro camarada pra cortar no tamanho certo.
Se você se mudou recentemente e precisa economizar nos móveis, essa é uma excelente alternativa. Os blocos são uma ótima base para criar o seu próprio rack de sala com apenas algumas unidades e ripas de madeira. No caso desta da imagem foram necessários apenas 6 blocos para criar níveis de alturas diferentes e 3 ripas de madeira para dar suporte aos acessórios e eletrônicos da casa. Tudo bem simples e resistente!
O Governo aprovou um plano para minorar no Algarve e na Madeira os efeitos do Brexit e da falência das companhias aéreas Monarch, Air Berlin e Niki, que vieram reduzir a capacidade destas duas regiões. O objetivo do plano é “combater a sazonalidade turística nas regiões dos Algarve e da Madeira para o Inverno de 2018/2019” através da “promoção destes destinos em países considerados prioritários”, adiantou o secretaria de Estado do Turismo, em comunicado.
×